sexta-feira 15 de dezembro




Flávio Izhaki

Flávio Izhaki
 
Flávio Izhaki nasceu no Rio de Janeiro em 1979 e é autor de dois romances, De cabeça baixa (Guarda-chuva, 2008 )e Amanhã não tem ninguém (Rocco, 2013), o último eleito pelos jornais O Globo e Estado de S.Paulo como um dos melhores romances brasileiros do ano. Como contista, o autor já participou de oito antologias, entre elas Prosas Cariocas (Casa da Palavra, 2004), Primos – histórias da herança árabe e judaica (Record, 2010) e Wir sind bereit (Lettrétage, 2013),  a última delas lançada em alemão por ocasião da Feira de Frankfurt em 2013.
 
Sobre Amanhã não tem ninguém:
 
“A maturidade literária faz de Flávio Izhaki muito mais do que uma jovem promessa da prosa brasileira. Coloca-o na trilha dos escritores nos quais precisamos prestar atenção.”
Jornal O Globo
 
“Amanhã não tem ninguém demonstra um amadurecimento extraordinário. No texto, as pontas do labirinto se atam com maestria, num dos mais impactantes romances brasileiros deste ano.”
Jornal O Estado de S. Paulo
 
 
Sobre De cabeça baixa:
 
“De cabeça baixa, primeiro romance de Flávio Izhaki, mostra tal amadurecimento de linguagem que é facilmente entendível que o autor esteja sendo considerado uma promessa entre os jovens autores brasileiros.”
O Globo
 
“A narrativa é construída com frases simples, o que pode confundir despojamento com banalidade. Aí está refletido o esforço do romancista no sentido de captar o que resta das relações sociais, da própria vida das pessoas, que no final das contas acaba se resumindo a alguns detalhes só percebidos através da palavra escrita, que pára o tempo e impõe a reflexão.”
Estado de S. Paulo
 
“Nas arapucas intraliterárias, que falam da impossibilidade de não discutir literatura ao fazer literatura, o leitor encontra o sabor amargo do abandono, da desistência, da tristeza em meio a um mundo que nos obriga à felicidade. De cabeça baixa é uma pena que anota, às margens das páginas comuns do cotidiano, a difícil experiência da escritura hoje.”
Correio Braziliense
 
“O carioca Flávio Izhaki estréia com romance bem escrito sobre as agruras de um autor fracassado.”
Valor Econômico


 
Obras:
 
Romances
De cabeça baixa, 2008, Guarda-chuva
Amanhã não tem ninguém  (200 pags), 2013, Rocco
Tentativas de Capturar o ar (224 págs.) - 2016, Rocco
2013 Amanhã não tem ninguém2016- Tentativas de Capturar o ar
 

Obras em Destaque

  • imagem

    Amanhã não tem ninguém

    Rocco - 2013 - 200 págs.

    Um adolescente perdido em meio ao funeral do avô; um homem que escapa de um AVC, mas é pego de surpresa pela morte da mulher; uma mulher que não consegue se comunicar com o filho, preso num jogo de videogame em looping. Estes são alguns dos personagens de 'Amanhã não tem ninguém'. Costurando as histórias de seis personagens diferentes entre si, mas que carregam consigo o peso da finitude e da incomunicabilidade, o autor constrói, através de um jogo narrativo, um romance sobre a solidão.


Sobre a Agência Riff
imagem

Inaugurada em 1991, a Riff representa grandes nomes da literatura brasileira e as principais editoras e agências literárias estrangeiras no Brasil e em Portugal. Saiba mais.




2011 Agência Riff todos os direitos reservados - agenciariff@agenciariff.com.br Guilhotina Design