segunda-feira 23 de outubro




Tati Bernardi

Tati Bernardi

Tati Bernardi é paulistana, formada em propaganda e marketing e pós graduada em cursos de literatura, psicanálise e técnicas de roteiro.

É colunista do caderno Cotidiano da Folha de São Paulo, e autora/roteirista contratada da Rede Globo. 
 
Escreveu os longa-metragens “Meu Passado me Condena 1 e 2” e “Qualquer Gato Vira-Lata 1”. Seu novo filme “Carlos, o homem perfeito” será filmado em 2015. 
 
Para o Multishow escreveu os seriados "Meu Passado me Condena" e "De Volta pra Pista". 
 
Colaborou nas novelas “Vida da Gente” e “Sangue Bom”. Colaborou também no seriado Aline e no programa Amor e Sexo. Todos da Rede Globo.
 
Adaptou o seriado “O homem da sua vida” de José Campanela para a HBO brasileira.
 
Trabalhou como redatora publicitária por dez anos nas principais agências de SP.
 
Já foi colunista das revistas TPM, VIP, Viagem & Turismo e Alfa.
 
Para o teatro, escreveu “Meu Passado me Condena”, entre outras peças.


Foto da autora por Renato Parada.
 
 
“Tati Bernardi é uma Mulher, assim com M maiúsculo. Ela não tem medo de sentir, de se expor e, principalmente, de ser como é e de pensar o que pensa. Ela faz a gente se conhecer melhor pela clareza do sentimento atrás de cada palavra [...] Tati é moderna, esperta, culta, interessante e... muito sacana!”
Marcelo Adnet
 
“Discordo que a Tati Bernardi seja a voz de uma geração. Não há ninguém no mundo tão patologicamente franco nem francamente engraçado. Ela é uma só. Não aceite imitações: Tati é a voz de uma geração composta unicamente por ela mesma”.
Gregório Duvivier
 

OBRAS

Contos e Crônicas
Meu passado me condena (120 páginas) - 2015, Paralela
A mulher que não prestava (148 páginas) - 2006, Panda - direitos revertidos
Tô com vontade de uma coisa que eu não sei o que é (134 páginas) - 2008, Panda - direitos revertidos
Depois a louca sou eu - 2016, Companhia das Letras
2015 - Meu passado me condena2006 - A mulher que não pensava2008 - Tô com vontade de uma coisa que eu não sei o que é2016 - Depois a louca sou eu
 

Infantil & Juvenil
A menina da árvore (88 páginas) - 2009, Moderna
A menina que pensava demais (72 páginas) - 2010, Seoman
2009 - A menina da árvore2010 - A menina que pensava demais

Edições Estrangeiras 
Portugal – Depois a louca sou eu – 2017, Edições Tinta da China
Portugal – Depois a louca sou eu – 2017

 


Obras em Destaque

  • imagem

    Meu passado me condena

    Paralela - 2015 - 120 págs.

    Meu passado me condena foi sucesso no cinema (mais de 3,5 milhões de espectadores) e no teatro (mais de cem mil pessoas) e agora, em forma de livro, traz de volta Fábio Porchat e Miá Mello em histórias inéditas, marcadas pela sinceridade desconcertante costumeira. Enquanto chocam um ao outro, o leitor se diverte com este livro que reúne ainda os melhores momentos dos dois na peça. Tudo isso fruto do texto inteligente, bem-humorado e cheio de personalidade de Tati Bernardi. 

  • imagem

    A menina da árvore

    Moderna - 2009 - 88 págs.

    Ilustrações: Weberson Santiago,Thiago Cruz e Klayton Luz
     
    Como engolir o sofrimento diário? Como digerir a rejeição dos colegas? O que fazer quando o próprio corpo é seu maior inimigo? “Por que o mundo todo acontecia pra fora, enquanto ela só acontecia pra dentro?” Essas são algumas das perguntas que atormentam a vida de Antônia.
     
    Em A menina da árvore, Tati Bernardi dá voz às angústias de uma adolescente, trazendo para o centro da cena narrativa os dramas da existência de alguém insatisfeito com a própria imagem, que luta para ser aceito por seus pares.
     


Sobre a Agência Riff
imagem

Inaugurada em 1991, a Riff representa grandes nomes da literatura brasileira e as principais editoras e agências literárias estrangeiras no Brasil e em Portugal. Saiba mais.




2011 Agência Riff todos os direitos reservados - agenciariff@agenciariff.com.br Guilhotina Design