terça-feira 18 de dezembro




André Tartarini

André Tartarini
 
André Tartarini é carioca e nasceu em outubro de 1975. Lançou em 2008 Mormaço também queima (PTK); de lá para cá organizou e participou de diversas coletâneas de contos, sem nunca parar de produzir material autoral. Seu romance de estreia, Apetites carnais desordenados, está em fase de finalização. Sua literatura busca visitar o desconfortável, tudo o que não é de bom tom. "Escrevo para incomodar", o autor define assim seu trabalho.







Entrevista



André Tartarini no "Conversa com o autor
http://radios.ebc.com.br/conversa-com-o-autor/2017/10/daniel-frazao-e-andre-tartarini-no-conversa-com-o-autor-deste-sabado



 
OBRAS

Contos

Mormaço também queima – (179 págs) – 2008 – Editora PTK
2008 - Mormaço também queima

 


Organização de coletâneas
Coleção SE7E: Cruz (156 págs.) - 2012 – Editora Ímã / Dias (110 págs) – 2013 – Editora Ímã / Anões (112 págs.) - 2014 – Editora Ímã / Cores (150 págs.) – 2015 / Bolas – Editora Oito e meio
Manual prático para amar os homens (ou não) (192 págs.) – 2015 – Editora Oito e meio
Cada um por si e Deus contra todos: Cabeça Dinossauro (240 págs.) – 2016 – Editora Zit

Obras em Destaque

  • imagem

    Mormaço também queima

    Editora PTK - 2008 - 144 págs.

    Mormaço também queima é o livro de estreia do carioca André Tartarini – uma seleção de 19 contos, que não se enquadram em temática ou estilo únicos. São histórias que podem ter 37 páginas ou apenas 14 linhas: um menino despejando baratas na gaveta da prima, mãe e filha ao telefone momentos antes da chuva, um dentista que vira matador profissional, um sapo tentando conversar com um velho, Flamengo e Botafogo na final do campeonato. A obra trata, quase sempre, de diferentes formas de relacionamento – ora desconfiados, ora sinceros – nunca ingênuos, que se redefinem conforme as tramas avançam. Um olhar apressado e pistas falsas podem sugerir um desfecho que não se confirma. Em outros momentos, o leitor toma as pistas como armadilhas, quando elas são, aí sim, atalhos para o fim da história.

    Como escritor diletante, o autor faz do seu primeiro livro um exercício de experimentação, arriscando-se em diferentes estilos e temas. Esse exercício é o que norteia a obra.

    Um dos contos (Argemiro) foi roteirizado e filmado, de maneira independente, pela diretora Angelica Campos. O curta, atualmente em fase de edição, traz no elenco os atores Leandro Firmino da Hora (Cidade de Deus) e Henri Pagnoncelli (Sexo, amor e traição).


Sobre a Agência Riff
imagem

Inaugurada em 1991, a Riff representa grandes nomes da literatura brasileira e as principais editoras e agências literárias estrangeiras no Brasil e em Portugal. Saiba mais.




2011 Agência Riff todos os direitos reservados - agenciariff@agenciariff.com.br Guilhotina Design