segunda-feira 23 de outubro




Mariana Verissimo

Mariana Verissimo
 
Mariana Veríssimo nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, em 1967. Cursou Arquitetura, trabalhou no Patrimônio Histórico Nacional, com animação em computação gráfica e programação visual. Filha e neta de dois ícones da literatura brasileira, Erico e Luis Fernando Veríssimo, mudou-se para São Paulo em 1998 e estreou como escritora na equipe de redatores do inovador quadro Retrato Falado, para a tv. É co-autora do roteiro do longa-metragem Cristina Quer Casar e da adaptação para o teatro do livro infantil A guerra dos Mutans, de Fabio Bibancos, entre outros.
 
A idéia de um livro escrito a quatro mãos apresentando a correspondência entre duas adolescentes em cidades diferentes partiu da editora Lenice Bueno e foi prontamente aceita pelas autoras, Mariana Veríssimo e Adriana Falcão. Para elas, foi um desafio divertido, para seus jovens leitores, um presente mais que gostoso e uma oportunidade de assistirem a suas ansiedades, dúvidas e apreensões de uma perspectiva nova.
 
Depois de alguns poucos encontros para definir a estrutura do livro, e recheá-lo de impasses e viradas surpreendentes, Mariana e Adriana seguiram o trajeto proposto para as personagens, e, cada uma em uma cidade, São Paulo e Rio, começaram a troca de e-mails que resultaria em P.S. Beijei (2004) . Encarnadas em Lili (Mariana) e Bia (Adriana), elas levaram quatro meses para escrever as mensagens que as amigas enviam uma para a outra, várias vezes por dia, ao longo do mês de férias que Bia passa na casa da avó.
 
Evidentemente, o principal assunto do diálogo são os meninos, e o clímax ansiosamente esperado, o primeiro beijo. Cada uma das meninas conta sua história, e, aos poucos, vão descobrindo coisas importantes sobre os mais velhos e compreendendo o significado de crescer. O resultado é um livro ágil, sintonizado com a linguagem da geração mais afeita a botões de que se tem notícia. Separadas pela distância entre as duas cidades, Bia e Lili vão se tornar ainda mais próximas. E, não por acaso, o leitor que assiste de fora uma história bastante parecida com a sua também terminará o livro mais próximo de si mesmo.
 
“Data: Sexta, 3 de janeiro, 14:32
Assunto: EXAGERADA!
Bia,
(...)
Hoje de manhã acordei muito nervosa, pensando numa maneira de falar com você, e quase chorei de alegria quando abri o meu e-mail e vi o seu nome na minha caixa de mensagens!
Eu não quero parecer desesperada, mas faltam poucos dias para o meu aniversário, e beijar que é muito bom nada!!!
E, além do mais, eu não posso chegar das férias e dizer na escola para a Neca, a Nina e a Dani, que eu simplesmente não consegui beijar ninguém!!!!!!!!!!!!!!!!
A situação é tão desesperadora que eu não sei o que seria de mim sem o ponto de exclamação! E a interrogação, então? Pensando bem todas, as minhas frases deveriam terminar com pelo menos três pontos de interrogação e cinco de exclamação???!!!!!”
Mariana Veríssimo, In : PS Beijei
 
“Acho que fazemos vários pactos, mesmo que silenciosos, ao longo da vida. O essencial é acreditar que pode dar certo.”
Mariana Veríssimo
 
 
OBRAS
 
Infantil & Juvenil
PS Beijei – 2004, Moderna
2004 - PS Beijei
 
 

Obras em Destaque

  • imagem

    PS Beijei

    Moderna - 2004 - .


Sobre a Agência Riff
imagem

Inaugurada em 1991, a Riff representa grandes nomes da literatura brasileira e as principais editoras e agências literárias estrangeiras no Brasil e em Portugal. Saiba mais.




2011 Agência Riff todos os direitos reservados - agenciariff@agenciariff.com.br Guilhotina Design