terça-feira 20 de novembro



02 DE MARÇO DE 2012 VOLTAR PARA LISTA DE NOTÍCIAS

Eduardo Montes-Bradley filma documentário inspirado no livro Azul-corvo

 
Autor de um aplaudido documentário sobre Evita Perón, e considerado o melhor biógrafo de Cortázar, o cineasta e escritor argentino radicado há décadas nos EUA Eduardo Montes-Bradley acaba de realizar o belíssimo e super sensível curta Lisboa, que inaugura uma série sobre escritores brasileiros contemporâneos. O filme ficou pronto, e agora tem legendas em português. Em um texto de apresentação, Eduardo destaca Adriana Lisboa como uma das figuras mais relevantes em uma nova geração de escritores brasileiros. E ele segue descrevendo nossa cara escritora: "Nascida no Rio de Janeiro em 1970, Lisboa vive agora no Colorado, parte do cenário que contribui para que o toque da paisagem do sudoeste americano em Azul-corvo, sua mais recente e aclamada obra de ficção. Fiquei bastante comovido com Azul-corvo, que li na tradução espanhola, recentemente publicada pela Edhasa em Buenos Aires. Na verdade, o romance causou tal impressão que decidi, quase que imediatamente, procurar Lisboa com a ideia de fazer um documentário sobre ela. O filme - que intitulei Lisboa - foi rodado nos arredores de Boulder em janeiro passado, e sinto que de alguma forma reflete o tom do romance (ou se mantém fiel a ele) que me inspirou a abordar o tema em primeiro lugar", observa o documentarista argentino, que em seguida filmará Luiz Ruffato, em Nova York. 
 
Lisboa será exibido em festivais de cinema e na tevê pública americana. Para assistir ao curta, entre aqui: http://vimeo.com/37715421
 
Adriana Lisboa fala conta que teve uma convivência muito gratifcante com o cineasta. "Começamos como desconhecidos, terminamos como amigos. Acho bastante interessante que ele tenha evitado discutir aqueles temas padrão da maioria das entrevistas com escritores, como processo criativo e influências (mesmo sabendo que isso pode vir a interessar a muita gente) e fechado o foco em certos aspectos da minha vida pessoal, relações familiares, lugares onde vivi etc. Fiquei contente e lisonjeada com o trabalho do Eduardo", conclui Adriana.
 
Lisboa não é o primeiro filme de Eduardo Montes-Bradley baseado na obra ou na vida de escritores latinoamericanos. No entanto, é o primeiro em muito tempo. "Eu estava convencido (por questões pessoais) a nunca mais me envolver com biografias de escritores. Essa convicção foi severamente abalada pelo meu encontro inicial com Azul-corvo, e a subsequente reunião com Adriana Lisboa. Estou agora oficialmente diagnosticado com o vírus da Literatura Brasileira Contemporânea (LBC), e outros filmes ja estão provavelmente fermentando no horizonte", conclui Eduardo.



Sobre a Agência Riff
imagem

Inaugurada em 1991, a Riff representa grandes nomes da literatura brasileira e as principais editoras e agências literárias estrangeiras no Brasil e em Portugal. Saiba mais.




2011 Agência Riff todos os direitos reservados - agenciariff@agenciariff.com.br Guilhotina Design