11 de novembro de 2014

Contos reunidos

“Meninas enfurecidas furam os olhos de suas bonecas. Irmãs siamesas dividem uma perna… e também o namorado. Um homem chamado Edu encolhe de repente e passa a boiar num aquário. Uma certa Joelma ensopada de álcool se desfaz em labaredas. Esposas são servidas no vinagrete, enquanto os maridos giram no espeto ou são devorados com guardanapos de linho… Se fôssemos listar todas as diversões e perversidades que aparecem nas fábulas terríveis deste livro, encheríamos facilmente algumas páginas. Humor e fantasia, logo se vê, aqui são as palavras-chaves. Acontecimentos inacreditáveis se transformam em anedotas de caráter surrealista. Blasfêmias e palavrões são desferidos o tempo inteiro por essa língua solta, viperina, irascível. Língua imensa – eis o poderoso falo da mulher – que se exprime, paradoxalmente, numa língua enxuta, tiro e queda, sem qualquer tipo de excesso”.
Ivan Marques

Share

Outras Notícias

Para celebrar Carlos Drummond de Andrade

Por Felipe Maciel Inspirado em iniciativas como o Bloomsday, que celebra […]

leia mais
Marcela Dantés vasculha silêncios em seu primeiro romance

Por Felipe Maciel “Mulher é encontrada mumificada em apartamento cinco anos […]

leia mais
O legado de Oswald de Andrade

Por Felipe Maciel Oswald de Andrade se propôs a mudar o […]

leia mais