16 de novembro de 2000

Meu Casaco de General

No livro, Luiz Eduardo Soares faz um relato corajoso da sua experiência na Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, do governador Anthony Garotinho. O autor relata os bastidores do intenso conflito entre as organizações criminosas e a ordem institucionalizada.
Descrevendo uma aventura pessoal em meio aos golpes baixos das guerras palacianas, Meu casaco de general demonstra que a possibilidade de eficiência das polícias depende do respeito à lei e aos valores da cidadania.
No prefácio, o jornalista Marcos Sá Corrêa escreve que este livro “recoloca nos trilhos um projeto de mais de duas décadas: provar que a violência carioca – logo, a insegurança pública de qualquer cidade brasileira – tem remédio. Incurável é a vocação dos políticos para errar os remédios que empregam em seu tratamento. (…) Isto aqui é a história de um escândalo. Mas um escândalo revirado com asséptica limpeza”.

Share

Outras Notícias

O legado de Oswald de Andrade

Por Felipe Maciel Oswald de Andrade se propôs a mudar o […]

leia mais
Primeira lista de finalistas do Jabuti 2020

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou no último dia 21 […]

leia mais
Nossos autores na imprensa

Confira as últimas notícias literárias sobre nossos escritores Luis Fernando Verissimo: […]

leia mais