Carlos Eduardo Pereira

Sobre o autor

Carlos Eduardo Pereira nasceu no Rio de Janeiro em 1973. Foi professor de História por 15 anos e estudou Letras na PUC-Rio, na habilitação Formação do Escritor. Tem contos publicados nas antologias Contos de ocasião e 164 – Circular e participou também com o texto Mensagem apagada da edição da revista Época que reuniu 22 autores para retratar em pequenos contos os personagens que fizeram das eleições presidenciais de 2018 as mais polêmicas desde a redemocratização. Em 2017, lançou o romance Enquanto os dentes pela Todavia, com o qual foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura. O livro recebeu resenhas elogiosas de jornais como Folha de S. Paulo e O Globo e chamou a atenção de veteranos da literatura, como o escritor Paulo Scott, que o apontou como a melhor revelação literária no Brasil dos últimos anos.

Em entrevista para a o jornal Rascunho, a escritora Carola Saavedra o indicou como um autor em quem se deve prestar atenção: “Um ex-aluno da minha oficina de romance, Carlos Eduardo Pereira, tem três livros escritos, nenhum deles publicado (ainda). Acho ele brilhante, e, sem dúvida, merece estar entre os novos nomes da literatura contemporânea.”

 


 

Citações

“Na?o encontro autor, entre os novos escritores que descobri nesta de?cada, com a sua sensibilidade, na?o encontro quem se aproxime, na solução, no impacto, do jogo peculiar de suas frases, de seus parágrafos.”
Paulo Scott, escritor, sobre Carlos Eduardo Pereira

“’Enquanto os dentes’ poderia ser um romance sobre alguém que supera adversidades. Pereira evita essa armadilha ao construir um protagonista complexo, assombrado por seus traumas, mas também pela própria passividade. A redenção fica em suspenso, e não só por causa do acidente.”
Guilherme de Freitas em resenha sobre Enquanto os dentes (Todavia) para O Globo

“Com esse seu afiado romance de estreia, Carlos Eduardo Pereira consegue mostrar, de forma vigorosa, a que veio.”
Maria Esther Maciel, crítica literária, sobre Enquanto os dentes (Todavia) para A Folha de S. Paulo

 


 

Leia mais

Resenha da Folha de S. Paulo sobre Enquanto os dentes (Todavia)

Resenha de O Globo sobre Enquanto os dentes (Todavia)


Share

Vídeos

  • Enquanto os dentes
    Romance
    96 págs, 2017, Todavia.