Sueli Carneiro

Sobre a autora

Nascida em 1950 na capital paulista, onde ainda reside, Sueli Carneiro é uma das principais vozes contemporâneas do Brasil na luta pela igualdade racial e pelo direito das mulheres. Filósofa, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo, é coordenadora-executiva do Geledés Instituto da Mulher Negra e editora do Portal Geledés, além de fellow da Ashoka Empreendedores Sociais. Por sua importante contribuição social, recebeu inúmeras distinções dentro e fora do país, com destaque para o Prêmio Direitos Humanos da República Francesa, o Prêmio Benedito Galvão, da Ordem dos Advogados do Brasil, e o Bertha Lutz, concedido pelo Senado Federal.

Sueli é também integrante do Conselho Curador da Fundação Tide Setubal, do Conselho Deliberativo do Fundo Baobá para a Equidade Racial, do Conselho Deliberativo da Conectas Direitos Humanos e da Anistia Internacional Brasil. É autora de diversos artigos sobre as questões de gênero, raça e direitos humanos em publicações nacionais e internacionais. “Escritos de uma vida” (Pólen Livros), obra lançada em 2018 com prefácio de Conceição Evaristo e apresentação de Djamila Ribeiro, é seu livro mais recente e reúne uma seleção de artigos publicados ao longo de sua trajetória que refletem sobre a necessidade de se pensar novos marcos civilizatórios.

É também autora de “Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil: Consciência em Debate” (Editora Selo Negro), que engloba inúmeros artigos publicados na imprensa brasileira entre 2001 e 2010. A obra, publicada dentro da Coleção Consciência em Debate, reflete criticamente a sociedade brasileira, explicitando de forma contundente como o racismo e o sexismo têm estruturado as relações sociais, políticas e de gênero.

 


Citações

“Impossível falar de militância feminista e antirracista no Brasil sem fazer referência, e prestar reverência, a Sueli.”
Bianca Santana, escritora e jornalista, sobre Sueli Carneiro

“Simplesmente não teria chegado aonde cheguei se não fosse por Sueli Carneiro, que completou 70 anos no dia 24 de junho [de 2020].”
Djamila Ribeiro, filósofa e escritora, sobre Sueli Carneiro

“A obra de Sueli Carneiro como fonte de produção científica e intelectual, e também de ação política feminista, é um instrumento de transformação social profunda. Sueli Carneiro reflete sobre o mundo.”
Juliana Borges, escritora e colunista da revista Cláudia, sobre Sueli Carneiro

 


Leia mais

Entrevista de Sueli Carneiro para o podcast da Folha de S. Paulo

Entrevista de Sueli Carneiro para a revista Marie Claire

Entrevista de Sueli Carneiro para a revista Cult

Djamila Ribeiro indica na revista Marie Claire a leitura de Escritos de uma vida (Pólen)

Coluna da Revista Cláudia sobre Sueli Carneiro

 


Share

Vídeos

  • Escritos de uma vida
    Biografia e Memórias
    296 págs, 2019, Pólen Livros.
  • Racismo, Sexismo e Desigualdade no Brasil (Consciência em Debate)
    Estudos sociais, Política e Cultura
    254 págs, 2015, Selo Negro Edições.
  • A cor do preconceito
    Infantil e Juvenil
    136 págs, 2006, Editora Atica.