19 de novembro de 2004

Fragatas para Terras Distantes

No livro de ensaios Fragatas para Terras Distantes a autora reúne textos proferidos em conferências no Brasil e no exterior. Suas experiências de leitora servem de base para finas reflexões teóricas. A infância povoada de livros na Itália fascista ressurge ao tratar da questão da leitura em tempos de violência, os autores lidos com o primeiro namorado afloram ao analisar a relação dos jovens com a literatura, o percurso dos contos de fadas na nossa cultura se entrecruza com a atuação de Marina nesse gênero. No mais longo texto do livro, ela faz uma leitura comparada brilhante de três clássicos infantis: Alice, Pinóquio e Peter Pan. Uma obra deliciosa, capaz de encantar desde acadêmicos letrados até leitores iniciantes.
“O livro não tem codificações acadêmicas, nem o entrave do erudito. Os ensaios ganham a dimensão do afeto nesta viagem pelos territórios da leitura”
O Globo
“Marina fala do ato de escrever como uma atividade que legitima o imaginário, os sonhos e os desejos”
O Globo
Adriana Baggio, site Digestivo Cultural

Share

Outras Notícias

O legado de Oswald de Andrade

Por Felipe Maciel Oswald de Andrade se propôs a mudar o […]

leia mais
Primeira lista de finalistas do Jabuti 2020

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou no último dia 21 […]

leia mais
Nossos autores na imprensa

Confira as últimas notícias literárias sobre nossos escritores Luis Fernando Verissimo: […]

leia mais