16 de fevereiro de 2017

Poesias

Lançado pela primeira vez em 1945, volume reúne toda a poesia de Oswald de Andrade

Considerado por Mário de Andrade como “o mais curioso talvez dos modernistas brasileiros”, Oswald de Andrade deixou uma marca definitiva na literatura brasileira, graças à sua verve e ao seu estilo profundamente inventivo. Este volume de Poesias reunidas inclui ainda 22 poemas inéditos e farta fortuna crítica, além das ilustrações originais de Tarsila do Amaral, Lasar Segall e do próprio Oswald. Marcados pelos cortes rápidos, telegráficos, os versos se apropriam das técnicas de montagem das artes plásticas e do cinema. O resultado desse processo é uma obra transgressora que influenciou profundamente não só a literatura do país, mas também as artes visuais, a filosofia, a antropologia e os estudos culturais.

Share

Outras Notícias

Nova Fronteira reedita dois clássicos de Rubem Fonseca

Com novo projeto gráfico e prefácios e posfácios inéditos, obras exibem […]

leia mais
A crise democrática no Brasil e no mundo

Ilona Szabó analisa em seu novo livro as principais ameaças para […]

leia mais
Nossos autores na imprensa

Confira as últimas notícias literárias sobre nossos escritores Ta-Nehisi Coates mostra […]

leia mais