Lya Luft

Sobre a autora

Cronista, contista, romancista, ensaísta e poeta, Lya Luft é uma das mais prestigiadas autoras brasileiras contemporâneas, com uma obra extensa e multidisciplinar. A escritora nasceu em cidade de Santa Cruz do Sul (RS), cidade gaúcha de colonização alemã, em 1938. Apaixonada por livros desde a infância, decorava versos de Goethe e Schiller quando menina. Em Porto Alegre, formou-se em Letras anglo-germânicas pela PUC-RS. É também Mestre em Linguística Aplicada e em Literatura Brasileira.

Dedicou-se paralelamente ao ofício de tradutora de alemão e inglês e já verteu para o português obras de Virginia Woolf, Hermann Hesse e Thomas Mann e Stephen Zweig.  Como cronista, contribuiu para diversos veículos de imprensa, como a revista Veja e o jornal Zero Hora. Foi casada com o linguista, filólogo e dicionarista brasileiro Celso Luft, com quem teve três filhos, e com o psicanalista Hélio Pellegrino. Na juventude, aproximou-se de renomados autores e intelectuais da cena cultural de Porto Alegre, e conviveu com Erico Verissimo, Mauricio Rosenblatt e Guilhermino César.

A estreia como romancista se deu em 1980, com As parceiras. O sucesso de crítica e público só cresceu ao longo dos anos e a escritora já supera a casa de mais de um milhão de livros vendidos. Um dos seus maiores sucessos, Perdas & danos, misto de ensaios e memórias, foi lançado pela Editora Record em 2003 e editado em diversos países, entre eles Reino Unido, França, Alemanha, Dinamarca, Holanda, Portugal e Espanha. Ganhou também uma adaptação para os palcos em montagem encenada por Nicette Bruno.

 


 

Citações

“Viver é subir uma escada rolante pelo lado que desce”. A frase do psicanalista Hélio Pellegrino resume o foco da literatura de Lya Luft. “É sobre esse esforço de viver que eu escrevo há tantos anos”, diz ela.

“Em todos seus escritos, independentemente da forma com que se expressa, Lya Luft se dispõe a fazer o leitor pensar e propõe um combate à mediocridade a partir da reflexão.”
Estadão, sobre Lya Luft

“Sem compromisso com nenhuma linha de pensamento estabelecida, Lya é capaz de atacar ao mesmo tempo a permissividade dos pais modernos na educação de adolescentes e a repressão que as igrejas tradicionais impõem ao sexo. Entre essas suaves diatribes, aparecem algumas belas notas memorialísticas.”
Revista Veja, sobre A asa esquerda do anjo (Record)

 


 

Leia mais

Lya Luft no Roda Viva, da TV Cultura

Lya Luft celebra 50 anos de carreira – Estadão

Lya Luft, 80 anos: as memórias de uma das escritoras mais prestigiadas do país, Zero Hora


Share

Vídeos

  • Perdas & Ganhos
    Biografia e Memórias
    128 págs, 2003/2017, Record.
  • A Casa Inventada
    Romance
    112 págs, 2017, Record.
  • Paisagem Brasileira
    Ensaio e Crítica
    112 págs, 2015, Record.
  • O Tempo é um Rio que Corre
    Ensaio e Crítica
    144 págs, 2014, Record.
  • Exílio
    Romance
    176 págs, 1988/2005/2014, Record.
  • O Quarto Fechado
    Romance
    112 págs, 1984/2004/2014, Record.
  • O Tigre na Sombra
    Romance
    128 págs, 2012, Record.
  • O Lado Fatal
    Poesia
    96 págs, 1988/2011, Record.
  • A Riqueza do Mundo
    Contos e Crônicas
    272 págs, 2011, Record.
  • Multipla Escolha
    Ensaio e Crítica
    192 págs, 2010, Record.
  • Criança Pensa
    Infantil e Juvenil
    64 págs, 2009, Galerinha.
  • Perdas & Ganhos – Edição de bolso
    Biografia e Memórias
    140 págs, 2009, BestSeller.
  • O Silêncio dos Amantes
    Contos e Crônicas
    160 págs, 2008, Record.
  • A Volta da Bruxa Boa
    Infantil e Juvenil
    72 págs, 2007, Record.
  • Em Outras Palavras
    Contos e Crônicas
    224 págs, 2006, Record.
  • Histórias de Bruxa Boa
    Infantil e Juvenil
    104 págs, 2005, Record.
  • Para Não Dizer Adeus
    Poesia
    141 págs, 2005, Record.
  • Secreta Mirada
    Poesia
    160 págs, 1997/2005, Record.
  • A Sentinela
    Romance
    192 págs, 1994/2005, Record.
  • Pensar é Transgredir
    Contos e Crônicas
    192 págs, 2004, Record.
  • Reunião de Família
    Romance
    128 págs, 1982/2004, Record.
  • O Rio do Meio
    Ensaio e Crítica
    144 págs, 1996/2003, Record.
  • O Ponto Cego
    Romance
    144 págs, 1999/2003, Record.
  • A Asa Esquerda do Anjo
    Romance
    128 págs, 1981/2003, Record.
  • As Parceiras
    Romance
    128 págs, 1980/2003, Record.
  • Mar de Dentro
    Biografia e Memórias
    128 págs, 2002, Record.
  • Histórias do Tempo
    Ensaio e Crítica
    172 págs, 2000, Mandarim.
  • Mulher no Palco
    Poesia
    109 págs, 1984/1992, Siciliano.