11 de novembro de 2016

A teta racional

Num momento em que o feminismo está em ebulição, o livro A teta racional, de Giovana Madalosso, chega fazendo barulho. Com dez contos, esta obra de estreia mostra a diversidade de vozes no universo feminino contemporâneo, criando uma polifonia que emociona, faz rir e, acima de tudo, repensa padrões relacionados à mulher e até mesmo os limites da palavra mulher.

No conto “XX+XY”, a mãe de um recém-nascido, que engravidou numa festa, de um cara de quem nem sabia o nome, desconstrói todo o glamour da maternidade, revelando as agruras de uma rotina marcada por leite empedrado, cansaço e uma avalanche de sentimentos, nem sempre positivos, que acompanham a chegada de um filho. Em “Roleta-russa”, uma transsexual, frustrada com as limitações do seu corpo, desconta a sua raiva em desconhecidos. Em “A paraguaia”, duas amigas de faculdade se reencontram anos mais tarde e se deparam, surpresas, com o que a vida fez de seus sonhos. Já no conto que dá nome ao livro, uma publicitária ordenha, no banheiro da agência, o leite que dará ao seu filho no dia seguinte, e pensa numa vingança contra seu chefe.

Além discutir dilemas atuais, A teta racional aponta para novos caminhos na literatura feita por mulheres, e como consequência, na literatura como um todo: não mais um olhar da esfera íntima (o lar, os sentimentos), não mais uma tentativa de se mimetizar com o mundo masculino, e sim a busca de uma nova identidade para essa mulher que está no mundo lá fora mas que, não por isso, aceita silenciar uma série de aspectos possíveis do feminino: o corpo, a gravidez, o desejo ou o repúdio da maternidade.


Share

Outras Notícias

Para celebrar Carlos Drummond de Andrade

Por Felipe Maciel Inspirado em iniciativas como o Bloomsday, que celebra […]

leia mais
Marcela Dantés vasculha silêncios em seu primeiro romance

Por Felipe Maciel “Mulher é encontrada mumificada em apartamento cinco anos […]

leia mais
O legado de Oswald de Andrade

Por Felipe Maciel Oswald de Andrade se propôs a mudar o […]

leia mais