11 de setembro de 2021

Purgatório da beleza e do caos

Primeiro autor brasileiro publicado pela Tag Inéditos, chega às livrarias a nova obra de ficção de Fernando Scheller, que retrata o Rio de Janeiro efervescente dos anos 1980.

Por Felipe Maciel

Gostaria que você estivesse aqui (HarperCollins Brasil), o segundo romance de Fernando Scheller, já está disponível para todos. A obra aterrissa, finalmente, nas livrarias estampando números surpreendentes. Primeiro autor brasileiro publicado pela Tag Inéditos, o livro inicia sua trajetória tendo chegado, previamente, às mãos de pelo menos 40 mil leitores.

Scheller constrói por meio de um mosaico de personagens as questões urgentes do Rio de Janeiro e, por extensão, do Brasil dos anos 1980: a epidemia da AIDS, a explosão do Brock, a escalada da violência urbana, o embate sociocultural entre gerações e, por fim, o sentimento de retrocesso que marcou o fim da década, que trazia como lema um mundo mais livre.

O escritor reconstitui a chegada do vírus do HIV ao Brasil e o processo de tomada de consciência da epidemia. “Escrever sobre este período exigiu uma pesquisa profunda, foram anos marcantes e ainda vívidos para muita gente.”, explica o autor, ressaltando ainda como o surgimento da AIDS exerce um papel-chave para a narrativa.

Cinco personagens, cinco dramas, cinco pontos de vista. A relação que se estabelece entre eles é natural e fluída. Ninguém força a barra. Mudam os contextos, as narrativas, as classes sociais, mas todos eles enfrentam os dilemas de um mesmo tempo e estão interligados por esse mesmo contexto.

Os anos 1980 estão distantes. Faz 40 anos. Mas, ainda assim, estão próximos. Muitas questões que se esboçaram naquele período evoluíram, ganharam novas nomenclaturas e passaram por revisões importantes, como a expansão de significados do movimento LGBTQIA+. Impensáveis em sua diversidade naquele tempo, mas já latentes.

“Uma mistura entre a realidade de como ela é e uma realidade de como ela deveria ser”, resume Scheller, que nos entrega um livro extremamente relevante para o mundo em que vivemos hoje, mas que não nasceu hoje.

Fernando Scheller conversou sobre o romance no fim de agosto com o jornalista Chico Felitti no YouTube da HarperCollins Brasil. Se você perdeu, assista aqui:


Share

Outras Notícias

Purgatório da beleza e do caos

Primeiro autor brasileiro publicado pela Tag Inéditos, chega às livrarias a […]

leia mais
O 11 de Setembro sob outros ângulos

Nos 20 anos dos atentados terroristas nos Estados Unidos que mudaram […]

leia mais
20 anos do 11 de Setembro

Após duas décadas dos atentados terroristas às Torres Gêmeas, em Nova […]

leia mais